Novembro Azul – Prevenção contra o câncer de Próstata e Testículos
Meses Coloridos

Novembro Azul – Prevenção contra o câncer de Próstata e Testículos

Novembro Azul Pet

O CÂNCER DE PRÓSTATA E TESTÍCULOS TAMBÉM ATINGE OS ANIMAIS.

Segundo o único calendário oficial certificado Pet / Vet —> O mês de novembro é de prevenção contra o câncer de Próstata e Testículos em pets

Lembre-se: Educar seu público gera o sentimento de retribuição, forma clientes melhores e aumenta o seu reconhecimento no mercado.

AGÊNCIA PET

Pensando nisso, produzimos um artigo explicando um pouco sobre esse mês para te ajudar com ideias para usar nas suas redes sociais. Portanto, você pode usar esse artigo para escrever posts para redes sociais ou no seu blog. Só lembre-se de marcar a Agência Pet.

No fim do artigo tem uma lista com títulos prontinhos para você usar nas redes sociais e no blog. Vamos lá?

Agora o que você, médico veterinário, pode falar para seus clientes, em suas redes sociais que irá interessá-los? Sabemos que o público do veterinário é bastante amplo. Então, primeiro defina a quanto seu público se interessa por conteúdos mais profundos ou menos profundos sobre o tema do mês. A partir daí, escreva seu post. Por isso, dê uma olhada nesse texto que preparamos de inspiração para você:

Novembro Azul – Prevenção contra o câncer de Próstata e Testículos

No mês novembro azul, o alerta vai para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata. Ao lado da causa humana, vem também a causa animal.

Apesar de ser raro em cães e mais raro ainda em gatos, é importante instruir os tutores a respeito dos sinais clínicos da doença, que quando manifestada tende a ser muito agressiva e com alto potencial metastático. 

Por ser uma doença pouco comum nos pets, precisamos de mais estudos para atestar uma causa específica. Geralmente as raças de grande porte são mais acometidas e a idade parece ser um fator predisponente. Animais  idosos, acima de 7 anos, tem mais chance de desenvolver o câncer de próstata. Fatores genéticos também estão sendo avaliados.

Quais os sinais clínicos que o tutor deve ter atenção?

  • Dificuldade para urinar ou defecar
  • Dor ou desconforto abdominal
  • Incontinência urinária
  • Emagrecimento progressivo
  • Apatia
  • Febre
  • Êmese 
  • Cansaço fácil
  • Perda do apetite
  • Alterações no tamanho ou formato dos testículos
  • Presença de pus ou sangue na urina
  • Fezes mais finas, em formato de ‘tirinhas’
  • Diferença na forma de andar

Como é feito o diagnóstico?

Assim como no homem, o aumento da próstata nos pets pode ser percebido através do exame físico com toque retal durante a consulta. Exames de sangue, urinálise, ultrassonografia abdominal, radiografia e análise histopatológica também são exames  importantes para o diagnóstico definitivo da doença.
Infelizmente ainda não há uma medida específica para prevenir o desenvolvimento do câncer de próstata, a melhor opção é instruir os tutores com relação as alterações que os animais podem apresentar e sempre reafirmar a necessidade de exames preventivos e visitas frequentes ao médico veterinário de confiança. 

Apesar dos estudos indicarem que a castração não impede o desenvolvimento do câncer de próstata, acredita-se que a doença pode ser menos agressiva nos animais submetidos ao procedimento. De qualquer maneira, a castração deve ser sempre indicada visto que pode evitar outras doenças prostáticas como por exemplo:


> hiperplasia prostática benigna: aumento da próstata com característica benigna. É considerada a doença prostática mais comum dos cães machos, adultos ou idosos, não castrados.   

> Prostatites bacterianas: definida como infecção da próstata, de caráter agudo ou crônico, acometendo mais comumente animais adultos ou idosos não castrados.

> Cistos e abcessos prostáticos, entre outras.

Tratamento

Na maioria dos casos de câncer de próstata, o tratamento é cirúrgico aliado ou não à quimioterapia e/ou radioterapia.  

Considerações finais

A neoplasia prostática geralmente é diagnosticada tardiamente o que prejudica o sucesso do tratamento e qualidade de vida do animal. Por isso é importante educar os tutores sobre a necessidade e importância de realizar check ups periódicos, investir em uma alimentação equilibrada e atividade física. 

Ideias de conteúdos para postagens para vets

A dica da Agência Pet esse mês para você, médico veterinário, é de produzir conteúdos relacionados a doenças prostáticas nos pets, falar sobre os sinais clínicos, formas de prevenção e como o proprietário pode ajudar a detectar a doença precocemente. Veja abaixo alguns exemplos de temas que você pode abordar e sinta-se a vontade para usa-los ou modifica-los da maneira que achar melhor.

  1. Meu pet pode ter câncer de próstata?
  2. Como saber se o meu animal tem câncer de próstata?
  3. Câncer de próstata nos pets: o que eu preciso saber?
  4. Meu pet tem com câncer de próstata, e agora?
  5. Sinais clínicos das doenças que atingem a próstata
  6. Como previnir o câncer de próstata no meu pet?
  7. Câncer de próstata nos animais tem cura?
  8. Novembro azul: Por que esse mês é tão importante?
  9. Castração VS câncer de próstata
  10. Perguntas comuns sobre o câncer de próstata nos pets.

Vet, todos esses temas e assuntos conversados nesse post são conteúdos valiosos para educar o seu cliente nas redes sociais e no seu blog ou canal no Youtube. Por isso, use-os a vontade e quando usar esses temas, mencione a Agência Pet. Ficaremos felizes demais em compartilhar sua publicação.

Para mais ideias de conteúdo, não deixe de ler nossos outros artigos aqui no nosso portal e de seguir nosso Instagram. Esperamos que esse artigo tenha sido útil!

Temos também um calendário unificado e certificado do mundo animal para que você fique por dentro das datas comemorativas durante o ano todo. Nesse calendário você terá acesso aos meses coloridos e os temas de cada um para o setor pet. Clique aqui para acessar online o calendário completo. 

Se inscreva na nossa newsletter no link da home. Te vejo no próximo artigo, com mais informações por aqui. Até lá!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *